Online news more popular than newspapers in the US…

O caminho é o da mudança. Prova disso são os resultados do mais recente estudo da PEW, que indica que, como se escreve na notícia da BBC News, “online news has become more popular than reading newspapers in the US“.

Principais aspectos da notícia:

“”News awareness is becoming an anytime, anywhere, any device activity for those who want to stay informed”

The survey showed that news aggregators such as Google News and AOL were most commonly used, along with the websites of CNN and the BBC”.

“Fifty-four per cent said they listened to radio news programmes at home or in the car”. |Ler Mais|

Mais detalhes do estudo,

On a typical day:

  • 78% of Americans say they get news from a local TV station.
  • 73% say they get news from a national network such as CBS or cable TV station such as CNN or Fox News.
  • 61% say they get some kind of news online.
  • 54% say they listen to a radio news program at home or in the car.
  • 50% say they read news in a local newspaper.
  • 17% say they read news in a national newspaper such as the New York Times or USA Today.

Americans today routinely get their news from multiple sources and a mix of platforms. Nine in ten American adults (92%) get news from multiple platforms on a typical day, with half of those using four to six platforms daily. Fully 59% get news from a combination of online and offline sources on a typical day. Just over a third (38%) rely solely on offline sources, and 2% rely exclusively on the internet for their daily news.

|Ler Mais|

Primeiras conclusões… Há espaço para a rádio crescer neste cenário. Se mais de metade continua a contactar com a rádio na sua plataforma tradicional, poderá continuar essa ligação online, usando o site da estação em causa como fonte de informação, combinando a plataforma tradicional com a Internet. Como? Não há modelos de sucesso para fazer um benchmarketing. É preciso explorar e arriscar, no que a esta matéria diz respeito. A rádio tem maior capacidade para o fazer, relativamente aos jornais, especialmente porque mantém a sua relevância e financiamento na plataforma analógica, da mesma forma que o modelo de financiamento ainda não foi subvertido em função da plataforma online. mas poderá ser, caso novas estratégias não sejam definidas…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s