“Social networking craze”

A corrida às redes sociais já começou há algum tempo, estando actualmente a atingir o auge. Tudo está nas redes, como antes tudo teve de migrar para a Internet. Porquê? Porque os “outros” também estão. Esta foi, há menos de dez anos, a principal resposta à pergunta: “porque razão têm um site na Internet”? Hoje, a pergunta será: “porque razão estão no Facebook/Twitter?”

Porque os “outros” também estão.

E quem são os outros?

Que estratégia têm para as redes?

Porque razão usam esta (seja ela qual for), e não outra?

Os outros, são, em regra, os concorrentes directos. No caso dos media, são as outras estações de rádio, os outros jornais ou revistas. Agora, são também os outros canais de televisão, os outros produtores de televisão (EUA).

A estratégia é manter os murais actualizados, passar informação. Acima de tudo, estar presente, usando as redes como mais um canal de disseminação de conteúdos. Numa época em que as audiências se fragmentam entre meios (online e offline), no online, a fragmentação também se opera, havendo uma competição pelo tempo e atenção dos consumidores de informação e comunicação. Entre os vídeos do YouTube, os conteúdos que chegam por RSS, o instant messaging, o e-mail, a música, as pesquisas, actualizar perfis ou blogs, descarregar conteúdos, fazer o upload de tantos outros, a atenção dispersa-se. Se anteriormente a competição era entre meios, a competição actual faz-se ao nível dos conteúdos e da sua disponibilização onde estiver o consumidor. Porque, essencialmente, os meios se transformaram em plataformas de conteúdos multimédia. Se o consumidor está muito tempo no Facebook ou no Twitter, então os media usam cada uma destas redes para o manter actualizado. Depende essencialmente de perfis sócio-demográficos e/ou de utilização da tecnologia. Acima de tudo, os media nas redes existem para manter viva a memória da marca, fazendo-o regressar à página web do meio sempre que o consumidor procure algo relevante oferecido pela marca. Importante nesta torre de babel absolutamente cacofónica que se tornou a web, em particular, as redes sociais, é manter a marca de cada meio viva na memória do consumidor que, entre tantas propostas se pode dispersar.

Já não chega estar na web. Questiono-me aliás, sobre a utilidade de algumas páginas, que nos redireccionam para as redes, onde competem com todas as amizades, grupos, actualizações, eventos ou subscrições do utilizador. Um exemplo recente é o da Super FM cujo site apresenta a possibilidade de escutar online, blog, bem como os links para as redes em que está presente, com conteúdos e seguidores diferentes em cada uma delas.

O site de cada órgão pode neste contexto ser entendido como um espaço aberto, reproduzindo, nas redes, os seus conteúdos que são comentados, partilhados e distribuídos entre os utilizadores de cada uma delas. Os media procuram seguir os comentários dos utilizadores das redes, como uma força de perceber, directamente e em tempo real, as ideias que estes trocam entre si sobre os media e/ou os seus conteúdos. Trata-se de uma forma de análise complementar aos índices de vendas ou audiências que revela percepções ou os conteúdos mais populares/controversos, servindo igualmente de ferramenta para o marketing, bem como o investimento publicitário.

Neste quadro de circulação de conteúdos em que cada utilizador contacta com o meio em localizações online diferentes, as redes sociais parecem ser, por enquanto, mais uma plataforma de distribuição, conectando os utilizadores que já visitavam o site para lhes garantir a máxima actualização. E tempo para estar atento a tudo o que circula, proveniente dos media que cada utilizador está a seguir?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s