Proposta de Lei da concentração não gera consenso

Com implicações ao nível da propriedade, da aquisição e, sobretudo, da quota de mercado, a proposta de lei do pluralismo e da não concentração nos meios de comunicação social não gerou consenso entre as diferentes entidades, pela forma como limita a expansão das empresas de media, implica re-organização dos modelos de negócio destas mesmas empresas, bem como pela atraibuição de poderes à ERC para analisar e avaliar a concorrência.

Proposta-de-lei-do-pluralismo-e-da-nao-concentracao-nos-meios-de-comunicacao-social

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s