Mudanças no consumo de TV

o digital está a mudar o consumo dos media, neste caso específico da TV.

A Accenture apresenta o relatório do estudo “Evolving Consumption Habits in Broadcast Media Worldwide—Accenture Consumer Broadcast Survey 2008“, onde reflecte novos modos de consumo em todo o mundo e o facto deste ser diferenciado consoante o mercado, a história da Tv no país e a própria cultura.

A televisão não é mais o centro do universo do consumo mediático, posicionando-se entre as diferentes ofertas de entrenimento audiovisual, com consequências para o futuro da produção e distribuição de conteúdos.

São os mais jovens os mais descontentes e os mais disponíveis para consumir conteúdos on demand em plataformas e aparelhos alternativos, estando aqui uma oportunidade para a rádio. A fidelização faz-se mais à entidade que produz os conteúdos – a marca – do que à plataforma através da qual estes são distribuídos, pelo que a rádio terá a ganhar se investir cada vez mais na credibilização da sua marca na versão FM, enquanto os jovens ainda vão estando disponíveis para a escutar por via hertziana, garantindo assim o futuro, quando a concorrência se fizer a nível verdadeiramente global, com todas as estações, de todo o mundo, disponíveis à distância de um clique…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s