Comentário VIII – 21 de Maio

Hipótese dos Usos e Gratificações.

No que concerne à Hipótese dos Usos e Gratificações, esta coloca como sua principal afirmação: Há influência social se um grupo social tem um interesse e se relaciona com o interesse de outro grupo; Ou seja, basicamente esta hipótese dá-nos o parecer que existe uma influência a nível social quando, um determinado grupo ao interessar-se por determinado factor, vai de ao encontro ao interesse de outro grupo social que pode traduzir esse mesmo interesse no intuito de querer passar uma mensagem, ou influenciar socialmente outros grupos.

(…)

Sendo os Media um grupo das sociedades, estes têm como principal missão passar algo para essas mesmas sociedades, neste caso, influir as populações pelo que transmitem seja via Rádio, Televisão, por Imprensa Escrita ou por medias digitais como a Internet. Segundo Mauro Wolf, e dando mais um exemplo de como os media querem influenciar as populações sociais, são definidas quatro funções dos Media (como instituição social): Fornecer Informação, Fornecer Interpretação, Exprimir valores culturais e simbólicos e Fornecer entretenimento. Através destas funções e se houver influência os media reforçam as posições e normas sociais do seu público. Então, estas características apresentadas, apenas podem influenciar o público se este fizer uso da “mensagem” que recebe, de acordo com o contexto sociopsicológico em que vive. Fica então a ideia que as funções dos media não satisfazem todas as necessidades das populações, visto que as populações não se interessam por todas as suas funções ( Recordamos aqui que só há influência social se um interesse de um grupo social se relaciona com um interesse de um outro grupo ). Quanto à imagem, é importante não colocar uma questão: O que é que os media fazem as pessoas?; mas sim colocar a questão: o que é que as pessoas fazem com os media?. Pois bem, se existe necessidade de obter algo perante o que estamos a ver (como o rapaz da imagem, que vê televisão), os media visuais vão satisfazer ao máximo as nossas necessidades, fazendo-nos absorver o que queremos ver e tomar aquilo como factor impressionável, como nos pode mostrar a imagem; a Televisão influência o espectador desta maneira visto que ele tem a necessidade e o interesse de ser “influenciado” dessa mesma forma.

Bruno Valinhas/Bruno Fernandes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s