A caminho do “Fundão”, Cap. III (capítulo final)

dsc06033.jpg O NetFM retoma a viagem ao Fundão, para se debruçar sobre as características que podem fazer de algumas estações de rádio, projectos “a caminho do Fundão”…

A tendência em termos de programação é a adopção de formatos, contudo, pelo que se pode perceber pela programação das estações escutadas, a programação é de carácter generalista, procurando servir diferentes interesses. Considerando a abrangência de sinal, faz sentido a adopção de um modelo de programação que marque a diferença em relação às estações formatadas com emissão nacional. Resta contudo, melhorar esse modelo, tornando-o efectivamente diferente. E essa diferença não poderá fazer-se pela música, mas pela aproximação dos conteúdos aos interesses da região que cada estação sirva. Basicamente, criar modelos como o do Rádio Clube, adequados a cada região, ou, em alternativa, modelos como o da rádio Orbital, sem locução ou notícias, com música diferente daquela que as nacionais transmitem. O país é pequeno e parece-me que não serão só o espartilho da Lei da Rádio ou as dificuldades de financiamento e profissionalização dos seus recursos humanos que geram dificuldades às rádios locais. Acima de tudo, será a demasiada proximidade geográfica entre estações que gera fenómenos de demasiada equivalência na oferta ao ouvinte, fazendo com que seja quase impossível cada uma destas estações se assumir como a rádio de eleição do ouvinte. Sabemos que o ouvinte já não se fixa apenas numa estação, e que procura cada estação de acordo com as suas necessidades e interesses ao longo do dia e dos dias da semana. Por esta razão, se todas as estações num determinado âmbito regional tiverem o mesmo tipo de oferta, então o ouvinte tende a procurar alternativas, acabando por sintonizar estações nacionais.

Se acrescentarmos o facto de que, na sua maioria, estas estações têm equipas profissionais compostas maioritariamente por colaboradores e que, não dispõem dos mesmos recursos financeiros que as estações nacionais, verificamos que terá de existir uma criatividade muito grande para gerir estas estações e desenvolver um produto que possam competir directamente com as estações nacionais, cujos profissionais se dedicam apenas a esta actividade e, embora possam fazer incursões pela publicidade e locução, os criativos, sonoplastas e produtores têm naturalmente uma margem de manobra superior e recursos técnicos e sonoros superiores, que marcam a diferença quando se sintoniza cada uma destas estações…

dsc06015.jpg Não se trata aqui de vaticinar o fim das rádios locais, mas de repensar a Lei da Rádio, de reequacionar o modelo de gestão destas estações e de levantar a possibilidade de criar um novo estatuto para algumas destas estações que, à semelhança do que acontece em variados países da Europa, estão mais próximo do conceito de rádio comunitária do que propriamente do de rádio comercial…

2 comments
  1. vitoscano said:

    Muitas rádios locais acabam por não ser completamente locais pois estão ligadas a nacionais, ou algumas ainda emitem programas feitos por produtoras exteriores á radio por exemplo uma hora semanal de sucessos que pertencem todos á mesma editora discográfica, e com um apresentador escolhido pela Editora(como já encontrei um apresentado pelo Carlos Ribeiro) ou ainda os Parodiantes de Lisboa que aqui por Castelo Branco passam numa rádio daqui.Se calhar compram o espaço e as rádios precisam do dinheiro para sobreviver e tem de ser mesmo.Para mim não acho isso correto mas são opções de quem manda.

  2. Ouvinte said:

    Falta referências às duas rádios locais do Fundão… RCB e RJF!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s