Domingo

Este Domingo, às 11h, no programa de Pedro Rolo Duarte na Antena 1, uma conversa sobre rádio.

5 comments
  1. Anonymous said:

    Gostei muito de ouvir esta manhã na Antena 1 as reflexões sobre rádio. Concordo com grande parte do que referiu. Tenho 34 anos, mas já me sinto velho, pois ainda sou do tempo em que parava para ouvir determinados programas de rádio. Aliàs, lembro-me que adaptava os meus hábitos quotidianos em função dos programas que pretendia escutar. Mais tarde (já perto dos 30 anos), habituei-me a ouvir a TSF, que recentemente foi adulterada com a inclusão do “futebol” (eu até gosto de futebol, mas os portugueses andam fartos de tantas horas de futebol nos media, mas anda não se aperceberam disso). Descobri recentemente o Rádio Clube Português, que de algum modo vem substituir o papel da TSF como grande rádio de referência para uma certa classe social (quadros entre 30-40 anos) que não se identifica com tanto “lixo” que servem nos media em Portugal.
    Parabéns pelo blog e pela fidelidade ao fim de tantos meses!

  2. Flor said:

    Gostei muito de a ouvir falar sobre rádio no passado sábado. Fala-se muito na convergência dos média do papel ao online, das televisões ao on-line mas da rádio pouco ou nada se diz. Gostei imenso da conversa, até estacionei o carro, para não perder pitada.
    Parabéns pelo seu trabalho de investigação.

  3. NetFM said:

    Obrigada pelos comentários! Estimulam a continuação do trabalho. Há afinal, quem me visita, lê e escuta🙂

  4. plopes said:

    Ouvi com agrado a entrevista: algumas das suas opiniões convergem com as minhas, nomeadamente sobre a função de serviço público que é desempenhada por algumas estações. Uma delas é a Antena 1, a que mais escuto; contudo, como já antes referi no meu blog, há algumas estações regionais que também prestam esse serviço. Uma delas, por exemplo, a Rádio Mirasado, de Alcácer do Sal, emite regularmente o programa de Carlos Pinto Coelho que a RTP não quis. Eu escuto-o, com agrado, e fico com a sensação de que mais serviço público poderia ser oferecido aos ouvintes – lembro-me das radio-novelas e de um certo programa da Emissora Nacional que se chamava “Sol na Eira e Chuva no Nabal”, que era emitido ao Domingo de manhã e que versava os segredos da agricultura e da pecuária. Bons tempos, esses, sem as insuportáveis playlists. Cumprimentos,
    Pedro Lopes

  5. JPG said:

    Costumo ouvir o programa, porque “trata” de blogs portugueses; ia escrever “maltrata os blogs”, mas seria porventura excessivo. Registo com agrado a primeira vez em que uma blogger foi àquele estúdio sem ser expressamente para “crucificar” o bloguismo – antes (de)mostrando uma faceta útil e prática desta ferramenta de comunicação.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s